Mudanças involuntárias.

  Quando e porquê parei de escrever para as pessoas?

  Lembro de trocar uma carta por semana com a minha melhor amiga do 2º ano. Com a entrada na faculdade isso só diminuiu, chegando a zero. Triste.

  Dia 16 de julho teve o aniversário de uma pessoa muito importante pra mim e eu só entreguei o presente. Não teve carta, muito menos dedicatória. E ela cobrou, sabe?! Porque era comum da minha pessoa.

  Anteontem dei um presente com dedicatória. A sensação ao escrever foi incrível, e saber que a pessoa gostou mais ainda só pela dedicatória foi melhor ainda.

  Nunca quis perder esse costume, mas aconteceu involuntariamente e nem havia percebido. Agora sinto falta e quero resgatar isso.


Share this:

CONVERSATION

0 deixaram opinião:

Postar um comentário